Você está satisfeita com os resultados da sua vida? (10 sugestões para estimular o cérebro)

Você fala ͞sou ansiosa ou estou ansiosa; ͞sou depressiva ou estou depressiva͟; ͞nada dá certo ou não está dando certo͟?

Criamos a nossa realidade, o que sentimos e como enxergamos as coisas. A realidade não é igual para todos e sim, cada pessoa, de acordo com sua percepção e experiência a molda. Uma coisa é julgar, falar ou dar conselho. A outra é quando vivemos determinada situação. Tudo depende da perspectiva e experiência que acumulamos ao longo da vida.

O autoconhecimento muda a percepção. Quanto mais consciente dos seus pensamentos e comportamentos, mais facilidade você terá para criar novas possibilidades.  Um estudo comprovou que o estresse rotineiro fecha o córtex pré-frontal, a parte do cérebro responsável pela tomada de decisão, correção de erros e avaliação de determinada situação. Você precisa entender o que está por trás do seu comportamento. Autoconhecimento é entender o que está por trás da sua ação e ouvir o que seu ‘corpo pede͟.

Se você acredita que ͞é ansiosa͟; ͞ é depressiva͟ ou que ͞tudo dá errado͟, você parte do pressuposto que essa é sua essência.  Estar ansiosa ou depressiva ou isso não está dando certo é pontual e pode retratar o momento/período. Veja bem, ninguém nasce ansiosa, depressiva e disposta a fazer tudo dar errado. Ao longo das nossas experiências, vamos adquirindo informações e criando as crenças irracionais. Estas que por sua vez, determinam o padrão de pensamento e comportamento.

Já percebeu que a todo o momento, você exerce um papel de liderança consigo, transmitindo ordens para seu cérebro? Se você passar a maior parte do seu dia com pensamentos negativos – autodestrutivos, no que você acha que seu cérebro vai acreditar? Diariamente, ensinamos nosso cérebro a aprender novas habilidades e comportamentos e também somos responsáveis por mantê-lo em boas condições.

Você é aquilo que acredita ser e o que faz repetidas vezes. Nosso cérebro tem capacidade para se desenvolver e evoluir ao longo da vida, basta você gerar a ação. Não existe um manual de instrução e sim você é o condutor.

 

Dicas para estimular o cérebro:

-Evite viver no modo automático. Ao invés de afirmar o que irá fazer, faça perguntas. Exemplo no café da manhã: Pode acordar e pensar: ͞vou comer uma banana com granola e misto quente͟. Ao invés de determinar o que comerá, faça a pergunta. O que vou comer no café da manhã?

-Busque inverter/alterar a ordem de algumas atividades, como por exemplo: banho, trajeto do trabalho e academia e etc.

-Estimule a mente com novas atividades. Procure novidades;

-Adquira novos hábitos e evite comportamentos metódicos;

-Não desista quando algo não der certo, busque novas formas;

-Tenha períodos curtos de inatividade;

-Abandone velhas crenças e opiniões;

-Conheça pela menos um assunto profundamente;

-Desenvolva atividades neuróbicas – ativando os 5 sentidos;

-Liste em um caderno todos os motivos pelo qual você é grato. Sinta a gratidão. Busque escrever mais de 100 itens.

Ótima reflexão. Estamos juntos! Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *