Ciúmes: como enfrenta-lo? (5 dicas)

Muitos acreditam que sentir ciúmes é uma prova de amor. Prova de amor, é cuidar, respeitar, zelar,  incentivar e construir uma relação baseada na segurança e confiança.  Já o ciúmes é um sentimento de posse.

Sentir um pouco de ciúmes é natural e faz parte da vida. Dependendo da intensidade pode representar insegurança, inferioridade, medo ou ciúmes patológico. Também é considerado uma resposta emocional de proteção ou uma reação de ameaça.

Pessoas inseguras e controladoras, tendem a sentir mais ciúmes, haja vista a baixa auto estima, dificuldade de reconhecer seu potencial e comparação. Excesso de controle, agressão física ou verbal e distorção de comportamento, geralmente levam aos desgaste da relação e consequentemente ao fim.

Na maioria dos casos, quem é ciumento pensa que o outro é sua propriedade. Cria pensamentos fantasiosos e acredita que são reais, em muitos casos vê coisas que não são reais. Quando o ciúmes é exagerado, pode se  transformar em ciúmes patológico.

Por ciúmes patológico,  de acordo com Kast, entende-se por sintomas de diversos quadros. O ciúme “normal” é transitório, específico e baseado em fatos reais. Já o patológico é uma preocupação absurda, sufocante e que suscita em muitos casos desejo de vingança. Apresenta um modo distorcido de vivenciar o amor, dado as oscilações, desconfianças, agressões físicas ou verbais e excessivo controle.

5 dicas para aprender a enfrentar o ciúmes:

  • Busque estabelecer dialogo verdadeiro, assumir o ciúmes, afim de criar estratégias para minimiza-lo e gerar mais confiança. Tenha comunicação clara e coerente.
  • Se você sabe que seu/sua parceiro(a) tem ciúmes, evite criar situações provocativas que evidenciem ciúmes.
  • Antes de manifestar o ciúmes, busque entender o que ocorreu e valide o pensamento real do fantasioso. Analise o que isso representa para você.
  • Em muitos casos, a briga ocorre antes de pensar sobre o ocorrido. É um comportamento de ação e quase instintiva. Antes de agir, busque refletir ou se distrair. Uma forma de controlar impulso.
  • Caso seu ciúmes seja exagerado, busque ajuda profissional.

Enfim, se faz necessário entender o tamanho do seu ciúmes, o que ele representa e quais consequências você já teve em decorrência dele. Fortaleça sua autoestima e autoconfiança, isso garantirá relações mais equilibradas.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *